Vitamina K

Você sabe qual o motivo da Vitamina K ter este nome? Ela provém da palavra alemã “koagulation”.

Recentemente, a vitamina K tem estado nos holofotes da internet e tem sido notícia constante na mídia. Esta vitamina é importante para a coagulação do sangue. Mas a vitamina K tem ainda mais tarefas no corpo: assegura boa saúde óssea e vasos saudáveis.

Vitamina K1 e K2

A vitamina K é uma vitamina solúvel em gordura e é subdividida em vitamina K1 (filoquinona) e várias formas de vitamina K2 (mena quinonas). A vitamina K1 só é produzida em plantas (especialmente vegetais de folhas verdes). A vitamina K2 é principalmente de origem bacteriana e pode ser encontrada em produtos fermentados como queijo e coalhada. A vitamina K2 também é feita por bactérias no (grande) intestino. No entanto, não está claro se e quanto dessa vitamina está disponível para os seres humanos porque é pobremente absorvido pelo intestino grosso.

Coagulação do sangue

A vitamina K é necessária para a formação de fatores de coagulação sanguínea. Esses fatores de coagulação fornecem uma série de reações que permitem que o sangue se solidifique, melhorando a cicatrização.  Mas a vitamina K também desempenha um papel na formação de inibidores da coagulação, como as proteínas Z, C e S que proporcionam um equilíbrio de coagulação e ante coagulação.

Saúde óssea

A vitamina K também desempenha um importante papel na produção de várias proteínas, das quais a osteo calcina é a mais comum. Esta proteína é formada apenas nos ossos e garante a correta mineralização dos ossos. Existem indícios de que a vitamina K1 e K2 reduzem a perda óssea e que a vitamina K2 reduz o risco de fraturas.

Saúde dos bebês

 Bebês prematuros têm mais risco de sofrer uma hemorragia espontânea. Em virtude da sua capacidade de coagulação. Dessa forma, a vitamina K auxilia a prevenir esse tipo de problema. No entanto, os estudos sobre isso ainda estão sendo realizados, e não se pode confirmar se todos os bebês podem receber esse tipo de suplementação.

Saúde Das Gengivas E Dentes

A produção de cáries e doenças nas gengivas tem sido associada a uma dieta com poucas vitaminas solúveis em gordura, incluindo vitamina A, C, D e vitamina K. Quando se tem doenças em excesso nas gengivas e desgaste nos dentes, significa que você tem de aumentar as vitaminas solúveis em gordura, é que elas desempenham um papel importante na mineralização dos ossos e dentes.

A vitamina K é um nutriente que funciona com outros minerais e vitaminas para matar bactérias que resultam em cárie dentária, e também fornece aos dentes os minerais necessários para permanecerem fortes e saudáveis.

Cólica Menstrual

Sofre de cólicas menstruais? A Vitamina K pode ser uma grande aliada. Ao ingerir a quantidade suficiente da vitamina, ela ajuda a reduzir as cólicas da TPM e outras dores menstruais, regulando os seus hormônios.

Quer mais? Como a vitamina K é uma vitamina de coagulação do sangue, também diminui o sangramento excessivo durante o ciclo menstrual, que leva a mais cólica e dor durante o ciclo menstrual.

Alimentos ou suplementos saudáveis?

Consumir mais vegetais verdes, queijo e coalhada ajudam a fornecer diariamente uma boa quantidade de vitamina K2 para manter os ossos e os vasos saudáveis ​. Se isso não funcionar, é recomendado complementar com um suplemento com cerca de 1x, a quantidade diária recomendada de vitaminas. No entanto, este último não se aplica a pacientes que usam anticoagulantes orais, porque esses medicamentos pertencem aos antagonistas da vitamina K. Sempre consulte o médico assistente ou o uso de suplementos.

 Fontes de vitamina K

Boas doses de vitamina K podem ser encontradas em diversos alimentos.

Vegetais verdes:

  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Agrião
  • Rúcula
  • Nabo
  • Alface
  • Espinafre

 

Outros alimentos ricos em vitamina K são as seguintes frutas:

  • Abacate
  • Açaí
  • Ameixa seca
  • Amora
  • Banana
  • Figo
  • Fruta-do-conde
  • Kiwi
  • Limão

Há também especiarias que são capazes de fornecer vitamina K ao organismo, tais como:

  • Aipo
  • Coentro
  • Manjericão
  • Manjerona
  • Orégano
  • Salsa
  • Tomilho.

 

É preciso ingerir apenas 50 gramas destes vegetais para ter a quantidade diária recomendada de vitamina K. Os óleos vegetais, como o azeite, também contam com o nutriente. As oleaginosas, o abacate, o ovo e o fígado também carregam boas quantidades de vitamina K.

Deficiência de vitamina K

Produzida pelo próprio corpo e presente em muitas fontes de alimento, são raros os casos de deficiência de vitamina K no organismo, mas, mesmo assim, eles ainda existem.

A deficiência de vitamina K pode ser o resultado de uma muito baixa ingestão de vitamina K na dieta, alcoolismo, doença (crónica) fígado, fibrose cística, doenças gastrointestinais crônicas (incluindo diarreia crónica, doença celíaca, doença de Crohn, cirurgia bariátrica e uso de medicamentos). A vitamina K se acumula em particular no tecido adiposo; Pessoas com uma porcentagem aumentada de gordura (sobrepeso, obesidade) podem ter maiores chances de deficiência funcional de vitamina K.

Em vários estudos clínicos têm demonstrado que a suplementação com qualidade vitamina K2 osso melhora a osteoporose devido a várias causas, incluindo a deficiência de estrogénio (pós-menopausa), doença de Parkinson, a cirrose biliar, cirrose do fígado, acidente vascular cerebral, a anorexia nervosa, o transplante de órgãos e uso de drogas (ver Interações). Nestes estudos, o uso é geralmente feito de 45 mcg de vitamina K2 (como MK-4) por dia. No Japão, a vitamina K2 (45 mcg / dia) foi prescrita para osteoporose por mais de dez anos.

As pessoas com diabetes tipo 2 apresentam maior chance de fraturas ósseas, apesar de uma densidade mineral óssea normal ou aumentada (a hiperinsulinemia promove a densidade mineral óssea). A vitamina K2 pode reduzir o risco de fraturas ósseas em diabéticos; em um modelo animal da diabetes tipo 2 resultou a suplementação de vitamina K2 para aumentar a osteocalcina do soro.

Contraindicações

Se estimulada de forma excessiva pode aumentar o risco de aparecimento de trombose, por isso é preciso ficar atento, para evitar formação de coágulos sanguíneos nas veias.

Para que a vitamina K seja bem aproveitada pelo organismo, tanto para a fixação do cálcio e para a coagulação sanguínea, bem como para a cicatrização e controle de hemorragias, ela deve ser ingerida em quantidades corretas. Procure a supervisão e orientação de nutricionistas e médicos para lhe auxiliar.

Comece já com a suplementação dessa vitamina na sua vida. Acesse o site da Nutriblue saúde e confira os suplementos disponíveis. Depois conte para gente como a suplementação mudou a sua vida.

2017-11-14T10:42:08+00:00

Leave A Comment